Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006

da leveza

 

hoje o céu está mais azul, eu sinto...
fecho os olhos.
mesmo assim eu sinto...
o meu corpo estremeceu.
não consigo adormecer.

refrão:
nem o tempo vai chegar
para dizer o quanto eu sinto
você longe de mim. 
é uma espécie de dor...

hoje o céu está mais azul, eu sinto...
olho à volta 
e mesmo assim eu sinto
que este amor vai acabar
e a saudade vai voltar...

refrão

já não sei o que esperar
dessa vida fugidia...
não sei como explicar
mas eu mesmo assim o amo.

som: rosa - rodrigo leão
tags:
vivido por jtf às 12:13
link | comentar | eternizar
|
2 comentários:
De anónimo a 17 de Outubro de 2006 às 15:49
tinhas de ser sapo!
virei mais vezes a esta paragem que à outra, confesso :)
bjs
A.
De mi a 17 de Outubro de 2006 às 09:51
ontem à noite estive a ouvir esse CD do Rodrigo Leão e, curiosamente, também escrevi umas estrofes da música que aqui pões num bloco de notas...

coincidências...

Comentar post

.eu

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.procurar posts

.momentos recentes

. ontem, hoje e quando?

. palavras ou valores per s...

. o mundo lá fora

. it's beaujolais nouveau t...

. s.o.s. vintage

. fim de semana

. dantes

. mouro hoje

. (re)encontros

. álvaro castro

.momentos passados

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

.outras perspectivas

.instantâneos

.caixa de correio

jptfernandes@sapo.pt

.subscrever feeds